Tuesday, March 13, 2007

Capitulo 4

Amarildo e Josevaldo eram psicologicamente parecidos, psiquiatricamente parecidos, psicossomaticamente parecidos, psicograficamente parecidos, resumindo eles eram psicoparecidos, alem `e claro da semelhanca fisica entre ambos.
Eles tinham um senso de humor muito peculiar e similar, assim meio chines, meio noruegues, mais com uma certa dose paraguaia, mas nao puramente guarani, pois nada que vem do Paraguai `e totalmente puro.
Josevaldo vinha de uma familia de contrabandista de pedras preciosas, semi preciosas, quase preciosas e de pedras no rim, estas ultimas muito valiosas no norte do Sri Lanka.
Eles tinham uma relacao muito forte entre eles, uma amizade que eles nem sabiam de onde havia comecado, certa vez ao visitar uma mulher muito famosa por ter sido lutadora de luta livre e por ter inventado um golpe chamado marmota voadora, mas que nos dias atuais fazia regressao, alem de servico de cobranca acaso alguem tivesse te dado um cheque sem fundos, descobriu que Amarildo tinha sido em outra encarnacao um governante selvagem de uma tribo africana, e era conhecido como Abdula, o Imenso, Josevaldo desistiu de perguntar porque o amigo tinha este nome quando a mulher lhe disse que ele havia sido a esposa de Abdula na vida passada.
Eles dividiam tudo desde uma colher ateh o jogo de gamao que a vo de Amarildo havia lhe dado quando o menino completou 2 anos, juntos eles aprenderam a cuspir fogo, a fazer conta de dividir, a tocar harpa e a comer um certo tipo de geleia caseira apos as refeicoes, e outras coisas de total relevancia na vida de um homem.
Eles sabiam que poderiam pra sempre contar um com o outro.

"Mas tudo que acontece na vida tem um momento e um destino
Viver é uma arte, é um ofício
Só que precisa cuidado
Prá perceber que olhar só prá dentro é o maior desperdício
O teu amor pode estar literalmente do seu lado"

1 comment:

nicjluz said...

Oi Edu, só pra ti saber q eu achei o comentário final q tu tinha dito pra mim ler muito apropiado para a situação atual! E a respeito do Amarildo, eu ainda acho Dumbo bem mais bonitinho! Beijinhos! To com muita saudade de ti!

Nicole