Tuesday, September 4, 2007

Capitulo 14

Amarildo residia num quarto simples localizado na aerea sul da UAC, era um quarto muito aconchegante, com todas as paredes pintadas de branco, com exceção da parede onde ficava a porta que era pintada de um tom de azul quase celestial.
Amarildo não tinha muitos pertences, tinha um poster do Fausto Fawcett e as loiraças belzebu, mas sem o Fausto Fawcett, que o guri de bobo só tinha a cara, tinha um poster do Claudio Adão e um mini-craque do Gonçalves, que ficava ao lado dos seus livros, em cima de uma pequena escrivaninha, onde Amarildo começara seus estudos pra descobrir a cura para o buxismo.
O jovem rapagote passava a maior parte do seu tempo enterrado em livros, jornais locais e anotações, tudo em busca de uma grande ideia, mas toda vez que pensava demais sentia um estranho formigamento na panturilha esquerda, que na verdade não incomodava muito, apesar dele sempre achar aquilo meio estranho.
Naqueles dias Amarildo se sentia um pouco sozinho, pensando o que tivera acontecido com seu grande parceiro Josevaldo, já que eles não se viam desde que o rapaz mudara pra Cochabamba para concluir seus estudos, foi quando repentinamente Amarildo sentiu um cheiro estranho de marshmallow queimado e resolveu sair do quarto pra ver o que estava acontecendo, foi quando surpreendentemente viu um sinal fumaça, que lhe dizia uma mensagem que só ele e Josevaldo sabiam decodificar.
Josevaldo dizia que estava vindo visita-lo.

Se existe gente a minha volta, eu não vejo, pois o desejo é como um véu que me cobre

1 comment:

MP3 e MP4 said...

Hello. This post is likeable, and your blog is very interesting, congratulations :-). I will add in my blogroll =). If possible gives a last there on my blog, it is about the MP3 e MP4, I hope you enjoy. The address is http://mp3-mp4-brasil.blogspot.com. A hug.